sábado, 12 de outubro de 2013

Avaliação de Competências

Estágio para Avaliação de Competências
Setembro/Outubro 2013
Centro de Reabilitação da Areosa, Porto

Etapa SUPERADA 

Bem, tal como já disse anteriormente, há situações em que detesto ter razão. Sinal que está de facto muita coisa errada, ainda que camuflada de boas intenções, de correcção, de competência, de interesse, de profissionalismo. Afinal "o meu menino autista" obteve um óptimo resultado na avaliação, todas as provas superadas, inclusive conseguiu fazer auto-avaliação, avaliação dos colegas e dos monitores. Não esquecer que para isso precisou FALAR, e FALAR DE SI MESMO o que é muito difícil para um "autista" que não consegue comunicar verbalmente.

O relato de um episódio ocorrido hoje no intervalo entre 2 reuniões, levou-me às lágrimas e, só quem tem vindo a acompanhar esta "história de vida" pode quiçá, avaliar: convidado a sair de um determinado espaço, o Iúri disse "não quero ir agora, preciso de ar". À apenas 1 mês atrás, o Iúri não falava.

O único senão, e que veio a dificultar-lhe o desempenho, foi a proximidade com um autista, de quem tinha medo e que por isso foi "sacrificado" com maus tratos infligidos por este, a tal ponto que o mesmo teve que ser afastado do grupo e dar por concluída a Avaliação antes da data prevista.

É com muito ORGULHO mas também com muita MÁGOA que digo:
senhores doutores, senhores professores, senhores técnicos de educação especial, senhores terapeutas, senhores coordenadores da educação especial das Direcções Regionais de Educação ... os senhores estavam ERRADOS em relação ao Iúri Alex.
Erraram ao desculparem-se com um diagnóstico que supostamente justificava a vossa falta de empenho, de profissionalismo, de honestidade.
DEVERIAM TER INVESTIDO, SIM!
DEVERIAM TER ESCUTADO A MÃE, SIM!!

O Iúri faz avanços sem vós, com as oportunidades que vós lhe negastes, ao longo de 13 anos, com as famosas Unidades de Autismo e com toda a vossa formação específica à custa dos nossos impostos... e há-de fazer mais!
Aquele miúdo, coitadinho que nunca seria capaz de fazer nada e no qual não se deveria investir, dá provas de grandes competências, ao contrário de vós.
Ele está bem!
E a vossa consciência como está?

Terá sido por saberem disto que não sinalizaram o Iúri para este Centro de Reabilitação como era vosso dever? Nem dele me deram conhecimento mas, por acaso (se acasos existem) fui lá ter sozinha.

Já nem falo dos que nem consciência têm, grupo no qual incluo, infelizmente, alguns familiares, inclusive o próprio pai.

Sou de Paz mas hoje apetecia-me dar uns valentes estalos em muita gente. Veio o Iúri e fê-lo por mim, com luva branca!

Amélia Florindo
(A Mãe, a tal que não queria admitir e só dificultava...)


CUIDADO COM O QUE FAZEM DOS OUTROS IÚRIs !!!







Sem comentários:

Enviar um comentário

A sua participação é IMPORTANTE. Obrigada pelo seu comentário.